Ranking Mundial Dos Maiores Fornecedores de Inversores Em 2018

Huawei, Sungrow e SMA foram, nessa ordem, os três maiores fornecedores de inversores em termos de remessas no ano passado, de acordo com um relatório da Wood Mackenzie Power & Renewables.

O trio dominante manteve as mesmas posições desde 2016, com a Huawei garantindo o topo do ranking pelo quarto ano consecutivo. Os analistas da WoodMac disseram que os cinco principais fabricantes de inversores – complementados pela Power Electronics e pela ABB – viram sua participação de mercado cair no ano passado pela primeira vez em seis anos, com os participantes mais dominantes caindo de 62%, em 2017, para 56%. Seus rivais parecem estar ganhando terreno, com a participação de mercado das empresas que ficaram de sexto a décimo na lista melhorando de 15% para 19% no mesmo período.

Embora os volumes globais de vendas de inversores tenham crescido 8% – ano a ano – em 2018, a Huawei viu sua participação de mercado cair 4%, devido à decisão da China de conter os subsídios solares públicos. A importância dessa reviravolta foi refletida por um efeito semelhante de amortecimento nos embarques dos concorrentes domésticos da Huawei, de acordo com o relatório.

Quem vai cair no esquecimento?

“Como os clientes continuam a comprar inversores principalmente com base no preço, e os fornecedores de baixo custo continuam dominando, resta saber quais empresas sairão do mercado de inversores e quais impulsionarão seu crescimento”, escreveram os autores do relatório da WoodMac. “Algumas empresas estão agora procurando diferenciar-se em ofertas residenciais e comerciais, e algumas podem optar por deixar totalmente a produção fotovoltaica em larga escala, como a Schneider Electric fez há vários meses.”

O relatório revelou que a SolarEdge de Israel e a Ingeteam da Espanha entraram no top 10 pela primeira vez, em oitavo e nono lugares, com a Power Electronics e a ABB se tornando a quarta e quinta maiores fabricantes, respectivamente. O sexto e sétimo lugares foram ocupados por Sineng e Goodwe, e outra empresa chinesa, a TBEA Sunoasis, ficou em décimo.

A região da Ásia-Pacífico, mais uma vez, foi responsável pela maior fatia do mercado no ano passado, com cerca de 64% dos embarques totais. “EUA e Canadá tiveram um crescimento de 21% nos embarques de inversores fotovoltaicos, houve aproximadamente 40% de crescimento tanto na América Latina quanto no Oriente Médio e Turquia (MEA), e 50% de crescimento na Europa ”, observou o relatório.

Fóton Engenharia trabalha com as mais diversas tecnologias em inversores e painéis fotovoltaicos, fazendo um estudo detalhado para eleger a que melhor atenda às necessidades de cada cliente. Conheça os nossos produtos e solicite um orçamento gratuitamente.

Este artigo foi traduzido do original em inglês da PV Magazine.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *